Manifesto pela psicanálise

Data do primeiro encontro: 29 de março de 2021

Quando acontece: terças-feiras, quinzenalmente, das 13h às 15h

Posso pegar o bonde andando?

Sim! Os encontros são abertos e para participar basta acessar a videoconferência pelo celular ou computador. Mas como se trata de uma leitura em sequência, pegar o bonde andando implica ter perdido parte da discussão. Sugerimos sempre a leitura prévia do(s) texto(s) que estivermos trabalhando.
O(s) texto(s) está sempre disponível logo abaixo nesta página.

EMENTA:

  Estamos caminhando já para o terceiro livro lido neste itinerário das terças! É com algum entusiasmo que começaremos o "Manifesto pela Psicanálise" organizado por Erik Porge, trazendo artigos dele e de Frank Chaumon, Pierre Brunno, Sophie Aouillé, Michel Plon e Guy Lérès. 
   Achamos interessante a possibilidade de sustentar essa leitura num momento em que são propostas formações de analistas com garantias de um lado, enquanto do outro seguem as promessas já conhecidas de pílulas mágicas prescritas com cada vez mais facilidade, ou então modalidades terapêuticas com um pé numa leitura rasa das filosofias orientais, outro pé na física quântica (seja lá como a entendem) e a cabeça em lugar nenhum. 
A psicanálise corre o risco de desaparecer? Eis a pergunta que é sustentada desde os tempos de Freud enquanto seu nome segue sendo um dos mais conhecidos (e mal interpretados) do mundo.
    Enfim, tá afim de treta? Vem com a gente que nem só de BBB vive a intriga e a difamação!

Próximo encontro:
10 de maio de 2022

Para acessar o encontro 

*A sala de videoconferência só é aberta no dia e horário marcados. Não será possível acessar caso tente entrar fora da data e horários estabelecidos
O texto do próximo encontro é: 
"Uma dissolução que não acaba... de não fundar" (primeira parte - págs. 53 a 63)
Nossos projetos de Estudo Teórico geram uma biblioteca virtual com todos os textos trabalhados e alguns outros complementares.
Para acessar