Estudos na Praça:  Práticas de Psicanálise

A atuação como psicanalista é inevitavelmente geradora de questões e impasses, seja no consultório, nas instituições públicas ou privadas, seja na praça. O que seria possível praticar, daquilo que a psicanálise nos provoca, em meio ao trabalho cotidiano quando ele extrapola as condições "previstas" na formação? O que se faz enquanto psicanalista nos serviços do SUS, SUAS, no campo da educação, ou no espaço público? Como criar possibilidades de atuação para além das condições tradicionais da prática clínica em consultório? Sustentar a condição ética e a consequência política da psicanálise no fazer institucional, ou no espaço público além de não ser tarefa simples, impõe um repensar constante das práticas – o que torna-se ainda mais significativo hoje, tendo em vista os impasses de nosso tempo histórico. É isso que nos leva a querer promover um espaço em que circulem

as experiências e reflexões a esse respeito, tanto por nós quanto pelxs possíveis interessadxs nessa iniciativa. Esse é o nosso desejo e a nossa aposta.

Tendo como uma de suas inspirações a experiência do coletivo Psicanálise na Praça Roosevelt, o espaço funciona quinzenalmente aos sábados, sempre aberto ao público, das 11h00 às 13h00 na própria praça. Para fins de organização do trabalho, tem como coordenadores Milton Nuevo, Augusto Coaracy e Gabriel Maia, psicanalistas com experiência no trabalho em instituições públicas da saúde e assistência social.

Quem pode participar? 

Qualquer pessoa que tiver interesse no tema será bem-vinda. Pretendemos juntar nesse espaço interlocutorxs para debater experiências perpassadas pela psicanálise, dentro ou fora das instituições. Sempre com auxílio de textos escolhidos pelo grupo.

Quais as condições para participar?

Os encontros são abertos e para participar basta comparecer. Sugerimos sempre a leitura prévia do texto que estivermos trabalhando. Os textos estarão sempre disponíveis em nosso site (veja abaixo).

Onde? 
Os encontros acontecem ao ar livre na Praça Roosevelt, embaixo do pergolado (estrutura de madeira), ao lado do "Café Antiquário".

Quando? 
Nossos encontros são quinzenais, sempre aos sábados das 11h00 às 13h00. As alterações e confirmações das datas dos encontros são divulgadas tanto no site quanto em nossa página do facebook
.

Preciso fazer inscrição? 
Não é necessário se inscrever, o evento é aberto e é só chegar. Recomendamos apenas que procure ler previamente o texto que será discutido no encontro. Confira abaixo quando será o próximo encontro e o que estamos lendo.

Próximo encontro:
18 de abril de 2020 

*POR CONSEQUÊNCIA DA SITUAÇÃO ATUAL OS ENCONTROS NÃO SEGUIRÃO PRESENCIALMENTE NA PRAÇA. O PRÓXIMO ENCONTRO ESTÁ MANTIDO, MAS SERÁ REALIZADO ONLINE. SEMANALMENTE, PASSAMOS UM LINK PARA A SALA EM QUE O ENCONTRO OCORRE NO NOSSO FACEBOOK OU NO NOSSO GRUPO DE WHATSAPP (entre abaixo). 
Os textos escolhidos para este encontro são: "A Sedução Totalitária" de Contardo Calligaris, presente no nosso drive (link abaixo) e "Sexo, Simulacro e Políticas de Paródia", de Vladimir Safatle, que pode ser lido abaixo ou em nosso drive.
O projeto Estudos na Praça gera uma biblioteca virtual com todos os textos trabalhados e alguns outros complementares.
 
Para acessar 
O projeto Estudos na Praça conta também com um grupo no WhatsApp para compartilhar conversas e conteúdos surgidos a partir dos encontros na Praça Roosevelt.

Para participar

Acesse nossos canais nas redes sociais para receber nossas atualizações e conteúdos diversos

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle