veja a lista de destinos de nossa biblioviária e escolha o seu

A Biblioviária é um projeto de leituras compartilhadas online. Funciona assim: qualquer pessoa pode propor aqui uma leitura a partir de um interesse próprio relacionado e/ou atravessado pela psicanálise. As leituras acontecem em encontros periódicos online utilizando uma vídeoconferência.

Abaixo você confere a lista do que está rolando no momento.

Caso queira propor um destino em nossa biblioviária, entre em contato e converse com a gente.

Canguilhem e Politzer - do fato patológico ao fato psicológico

coord.: Milton Nuevo

 Faremos a leitura de duas obras: "O Normal e o Patológico" de Canguilhem e, na sequência, "Crítica dos Fundamentos da Psicologia - a psicologia e a psicanálise" de Politzer.

Com Canguilhem, procuraremos estabelecer o que permite que a gente diga que estamos diante de um fato patológico. Uma pesquisa fundamental e válida para qualquer clínica, seja ela médica, psicológica ou psicanalítica. Em seguida, com Politzer, poderemos pensar sobre o que permite dizer que um fato é da ordem do psicológico. Diretriz fundamental para qualquer prática clínica que se debruce sobre o sofrimento psíquico. No percurso, porém, encontraremos diversas críticas que colocam em xeque tanto a medicina científica quanto a psicologia enquanto ciência e até mesmo a própria psicanálise.

Terças-feiras, quinzenalmente, das 20h às 22h

Pois é, "O Grafo do Desejo", por Alfredo Eidelsztein

coord.: Thaina Oliveira & Milton Nuevo

  Já ouviu falar em Grafo do Desejo, não é? E aí você achou que seria uma gentileza do Lacan, que didaticamente esquematizou o modo de imbricação do desejo na estrutura subjetiva e foi lá tentar! Se você também se desesperou profundamente e saiu dessa empreitada pior do que entrou, aqui está uma nova chance!

Vamos ler juntes o livro "O Grafo do Desejo" de Alfredo Eidelsztein. Falaremos de topologia, lógica, matemática, linguística e tudo o mais que sempre te desesperou e arrancou lágrimas das suas noites solitárias (em quarentena ou antes). Tentaremos mostrar que com calma, paciência e, principalmente, acompanhades, é possível até mesmo entender Lacan!

Terças-feiras, quinzenalmente, das 13h às 15h